Benito Urbani

Mundo a Vapor Retoma Atividades

Na manhã de hoje, após ficar fechado desde o dia 26/03, por motivo de luto pelo falecimento do seu fundador Benito Antônio Urbani, todos os funcionários do parque em Canela reuniram-se para um abraço de conforto, e comprometimento em seguir com o seu legado que tanto incrementa o turismo da nossa região. Num ato simbólico, deram-se as mãos, depois soltaram balões de gás com palavras que mais lembram Seu Benito.
IMG_8033 IMG_8039 IMG_8049
 
O Acidente
Na tarde de sábado (25), Benito Urbani, de 79 anos, faleceu depois de uma colisão entre o automóvel que dirigia e um Corsa, no quilômetro 40 da RS-235, na rótula em frente ao Oásis Santa Ângela. Ele fazia o retorno na rótula com uma Spin, quando o Corsa bateu no lado do motorista. Benito ficou preso às ferragens, fraturou a bacia e, em seguida, foi socorrido pelos bombeiros e pelo Samu. Levado ao Hospital de Caridade, o empresário não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo por politraumatismo e hemorragia interna, causas identificadas pelo IML.
 
História
Benito Urbani comandava o Mundo a Vapor desde 1991. Descendente de imigrantes italianos, ele e seus irmãos cresceram frequentando a oficina do pai, que consertava máquinas a vapor e outros equipamentos. Ainda jovens, criavam réplicas em miniatura dos dispositivos que viam o pai consertar. Mais tarde, Benito transformou o fascínio pelas máquinas em um parque, hoje uma das principais atrações turísticas da Região das Hortênsias.

 

Deixe uma resposta