Nossa História

A História do Mundo a Vapor faz parte da história de Canela RS

O avô Giuseppe Urbani trouxe a família para o Brasil, desembarcando da Itália em 1895, em Veranópolis, no Rio Grande do Sul. Em 1927, seu filho, com a coragem dos imigrantes que ajudaram a desbravar o país, Ernesto Urbani e a esposa Dona Otília Menegon Urbani, escolheram a cidade de Canela para viver. Chegaram depois de três dias de viagem no lombo de um cavalo.

A região possuia cerca de 35 serrarias, movidas através de grandes máquinas a vapor, os locomóveis. Seu Ernesto Urbani abriu uma oficina mecânica de conserto de máquinas a vapor.

O patriarca Ernesto Urbani conduzia a oficina e a família dando assistência para as serrarias através do conserto de locomóveis e outras máquinas e ferramentas. Seus filhos Omar, Benito e Hermes, cresceram com o pai dentro da oficina e apaixonados por máquinas a vapor, passaram a criar artesanalmente as réplicas, imitando o processo industrial completo.

Em 1950, Omar Urbani (filho mais velho), com 16 anos de idade, faz a primeira destas miniaturas, com sobras de material, e fora do seu horário de trabalho, que já exercia com o pai, na oficina.

A olaria, serraria, pedreira, siderúrgica, fábrica de papel, etc., eram máquinas com proporções exatas, detalhes perfeitos e apresentando todos os movimentos, com funcionamento mecânico completo, tal como as máquinas de tamanho original.

No final da década de 80, Omar e Benito desligaram-se de uma cutelaria e resolveram investir na antiga paixão. Foi quando nasceu a idéia. Mas o sonhador, aquele que formatou e cuida até hoje do Mundo a Vapor é Benito Urbani.

Baseado no que aprenderam com o pai, os filhos criaram no ano de 1991 o Parque Temático Mundo a Vapor em Canela, que desde então homenageia o trem e tudo o que ele representou para a Serra Gaúcha.

Nossa História