Imagem topo da página

Blog

A todo vapor

Mundo a Vapor inaugura vagão na Estação Campos de Canella

Espaço combina boutique de decoração e figurinos para fotos de época

Viajar no tempo através de emoções traduzidas em artigos capazes de expressar boas lembranças. Essa é a proposta do vagão do Mundo a Vapor junto a Estação Campos de Canella, inaugurada na quarta, dia 30. O espaço é nobre, pois fica junto à histórica locomotiva La Meuse, fabricada na Bélgica em 1909, que passou por um processo de recuperação viabilizado pelo Mundo a Vapor.

OBJETOS DE ESTIMA

O vagão do Mundo a Vapor reúne peças que ajudam a contar histórias. Relógios de parede, relógios de mesa, bonecas de coleção, chaveiro com apito de trem, canecas, copos shot colecionáveis, canetas tinteiro, a linha gift house e uma variedade de outros itens fazem um resgate do tempo e podem ser um presente criativo e surpreendente. As peças são exclusivas e remetem a Revolução  Industrial fazendo uma releitura elegante para adornar os mais variados ambientes. “Elas podem ser consideradas objetos de estima por quem aprecia a história e tudo o que gira em torno do trem”, observa Lenise Urbani, que juntamente com as irmãs Caren e Mariane e a mãe Rosa, estão à frente do Mundo a Vapor e agora desse novo espaço no Centro de Canela.

FOTOS DE ÉPOCA

Figurinos exclusivos foram criados para que a experiência da foto de época seja emocionante. Além da vestimenta para adultos e crianças, acessórios como chapéus, colares e malas criam a composição ideal para que a fotografia junto à locomotiva fique eternizada não só na impressão, mas também nos corações das pessoas. “Pensamos em cada detalhe para que a visita ao vagão do Mundo a Vapor desperte as melhores sensações”, explica Caren Urbani. No local também é feita a venda de ingressos para o Mundo a Vapor.

RELÓGIO A VAPOR

Outro atrativo que chama a atenção de quem visita a boutique é o relógio a vapor que está em exposição. Ele era uma das principais atrações do Mundo a Vapor por se tratar de uma verdadeira relíquia: existem apenas dois relógios no mundo que são movidos a vapor. Um está em Vancouver (no Canadá) e o outro é este, que foi produzido artesanalmente por Omar Urbani a partir da imagem de um cartão postal do relógio canadense.

CLÁSSICO 

O projeto arquitetônico do vagão do Mundo a Vapor foi concebido pela arquiteta Luciana Urbani, que foi buscar referências na pós Revolução Industrial para criar o espaço. “Apostamos na madeira, no ferro, nas luminárias e no tecido para compor um ambiente luxuoso e clássico”, revela.

 

Fotos: Matias Lorenzoni/Divulgação

Fique por dentro das novidades!

Newsletter