Imagem topo da página

Blog

Canela

Semana da Acessibilidade e Inclusão contou com programação diversificada

Evento foi realizado de 21 a 28 de agosto

A Prefeitura de Canela em parceria com a Associação das Pessoas com Deficiência (ACPDF), realizou de 21 a 28 de agosto, a 1ª Semana da Acessibilidade e Inclusão.

A idealizadora do evento, Marina Susin Siota, em parceria com o Associação das Pessoas com Deficiência de Canela (ACPDF) preparou uma programação diversificada para a semana. “Foi uma semana para tocar e sensibilizar as pessoas e a comunidade em geral”.

A semana teve como objetivos promover a qualificação dos profissionais que atuam no segmento, além de levar à população informação para contribuir com a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência no contexto individual, social e ambiental. A intenção foi promover a difusão e popularização de tecnologias assistivas bem como as atividades recreativas e esportivas para as pessoas com deficiência.

O evento teve como público-alvo os gestores e profissionais das áreas da saúde, da educação, do lazer, das engenharias e afins, além de profissionais que atuam em órgãos públicos e privados, em organizações não-governamentais, em sindicatos e em movimentos sociais. O convite, no entanto, foi para que a comunidade em geral participasse das palestras e das atividades que foram desenvolvidas.

A PRÁTICA DA EMPATIA PELA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Uma mesa com cadeiras postada sobre uma guia para deficientes visuais. Uma rampa para cadeirantes com inclinação maior que a apropriada, tirando a sua autonomia de utilizá-la sem a necessidade de um auxílio extra. Quando pensamos nessas situações vemos que o problema muitas vezes não é somente a falta de investimento, mas de empatia pelo problema. Empatia, que é um tema recorrente em diversos segmentos da sociedade, faz ainda mais sentido quando se fala sobre as dificuldades pelas quais passam as pessoas com algum tipo de deficiência.

Com isso em vista, a 1ª Semana da Acessibilidade e Inclusão discutiu também esse tema, que vai além de pensar na evolução da legislação, é pensar no preconceito e na falta de empatia que costumamos ter e que acabam gerando cenas como as descritas acima.

Fique por dentro das novidades!

Newsletter